Publicidade

Facebook deve lançar rede social profissional em outubro

Facebook at Work

O Facebook deve lançar uma rede social para uso profissional em outubro. A informação foi dada ao site de notícias de tecnologia TechCrunch por uma pessoa envolvida no processo. Com o nome de Facebook At Work (Facebook no trabalho, em tradução livre), o sistema será pago, pela empresa interessada, e terá como objetivo conectar profissionais que trabalham em uma mesma companhia, para tarefas como compartilhar informações, ideias e participar de grupos de trabalho. Se a pessoa tiver uma conta pessoal na rede, ela ficará separada da conta profissional.

Os rumores sobre o novo produto da rede social começaram há cerca de dois anos. O Facebook convidou grandes empresas para testar o produto, como o Royal Bank of Scotland. São cerca de 450 participantes até o momento e a adesão de novas companhias ao serviço depende da aprovação da rede social. O Facebook já disponibiliza até mesmo uma versão beta da aplicação para celulares. Embora o app esteja disponível na loja oficial da Apple, é preciso ter uma conta corporativa, das empresas selecionadas, para baixá-lo.

Veja

enviar comentário
Publicidade

Janot pede fatiamento do maior inquérito da Lava Jato no Supremo

A Procuradoria Geral da República (PGR) pediu nesta quarta-feira (28) a divisão em quatro inquéritos da maior e principal investigação da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), a que apura se existiu uma organização criminosa com a participação de políticos e empresários para fraudar a Petrobras.

O chamado “inquérito-mãe” da Lava Jato tem oficialmente 39 investigados – a maioria do PP. Em maio, houve um pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot para inclusão de mais 30 nomes, principalmente ligados ao PT e ao PMDB, entre os quais o do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em razão de reclamações de advogados, que contestavam a inclusão de seus clientes na investigação, o ministro Teori Zavascki consultou o procurador-geral Rodrigo Janot para saber se pretendia reavaliar os termos do pedido.

Em resposta ao ministro, Janot manteve os pedidos e solicitou a divisão do inquérito em quatro partes para agilizar a investigação.

Em um dos inquéritos, Janot quer investigar separadamente a atuação do PT. Em outro, a do PP. Em um terceiro, a do PMDB da Câmara e, no quarto, a do PMDB do Senado.

Para o procurador-geral, embora tenham indicado um esquema de corrupção amplo na Petrobras, as investigações apontam também para a existência de subesquemas, na qual cada partido dominava uma diretoria e atuava em desvios nos contratos.

De acordo com as investigações, o PP atuava para desviar valores da Diretoria de Abastecimento. A partir daí, havia pagamento de propina a políticos do partido. Segundo a denúncia, o PT atuava nos contratos da Diretoria de Serviços e o PMDB, na Diretoria Internacional.

A avaliação é de que a divisão dos temas permitirá averiguar com mais precisão as condutas dos envolvidos nas fraudes.

Em várias decisões, Teori Zavascki tem demonstrado o entendimento de que compete à Procuradoria, que é a titular da ação penal, direcionar as investigações, enquanto o STF deve somente analisar se os atos seguem a lei. Mesmo assim, ele terá que decidir sobre o pedido do procurador.

Inclusão de nomes no inquérito
Em maio, o procurador-geral pediu a inclusão de 30 nomes porque, até então, o inquérito investigava principalmente políticos do PP e a bancada do PMDB no Senado, entre eles Romero Jucá (RR), Valdir Raupp (PI), Edison Lobão (MA) e o presidente do Senado, Renan Calheiros (AL).

Mas, segundo Janot, “novos elementos probatórios” apontaram para um “novo desenho, bem mais amplo e complexo do que aquele projetado no início das investigações”.

Janot quer que a bancada do PMDB na Câmara, incluindo o ex-presidente da Casa e deputado afastado, Eduardo Cunha (RJ), e aliados dele, além de diversos políticos do PT passem a ser investigados nesse inquérito.

O procurador disse que há provas de que o grupo atuou para desviar recursos de várias empresas e para enriquecer ilicitamente agentes públicos, políticos e grupos de empresários, além de financiar campanhas eleitorais.

Esse aprofundamento das investigações mostrou, segundo os procuradores, que a organização criminosa tem dois eixos centrais – o primeiro ligado a membros do PT e o segundo ao PMDB.

No caso do PT, de acordo com o procurador, a propina vinha principalmente em forma de doação oficial.

“No âmbito do núcleo do PT, a organização, ao que tudo indica, era especialmente voltada à arrecadação de valores ilícitos, por meio de doações oficiais ao Diretório Nacional, que, posteriormente, fazia os repasses de acordo com a conveniência da organização criminosa. Esse projeto de poder fica evidente em diversos relatos de colaboradores”, afirmou.

Para pedir a ampliação do inquérito, o procurador se baseou nas delações premiadas do ex-senador Delcídio do Amaral, do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró e de dirigentes da Andrade Gutierrez, cuja delação ainda está sob segredo de Justiça.

G1/DF

enviar comentário
Publicidade

Vereador de Caicó é detido por suposto abuso em utilização de som

image

O vereador Leleu Fontes realizava mobilização de campanha no bairro Paraíba, na zona sul de Caicó, quando foi interceptado por homens da Polícia Militar. Pesava contra ele a acusação de perturbação do sossego, além de estar usando um equipamento de som (paredão) que não havia sido aferido pelos órgãos de fiscalização.

Leleu acabou discutindo com os policiais e os acusou de truculência, mas acabou sendo detido e conduzido à delegacia de Polícia Civil para as devidas providências. Segundo as últimas informações, será confeccionado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), que é o registro da infração de menor potencial ofensivo.

Informações de Robson Pires/ FOTO: Cedida

enviar comentário
Publicidade

Mãe de Wesley Safadão tem candidatura cassada no Ceará

Wesley Safadão entre sua mãe Maria Valmira Silva de Oliveira, a Dona Bill, e seu pai Wellington Nonato da Silva (Foto: Reprodução)

Mãe de Wesley Safadão, Maria Valmira Silva de Oliveira, a Dona Bill (PR-CE), teve sua candidatura cassada nesta quarta-feira, 28. A política, que tentava sua reeleição como vice-prefeita de Aracoiaba, no Ceará, é acusada de prática de abuso de poder econômico e político. Seu companheiro de chapa, Antônio Cláudio Pinheiro, também teve a candidatura cassada. Na decisão, publicada no Diário de Justiça do estado, a juíza Cynthia Nóbrega Pereira F. Thomáz, da 67ª zona eleitoral, ainda determinou a inelegibilidade dos políticos por oito anos.

“A Coligação Novas Ideias para Mudar protocolizou Ação de Investigação Judicial Eleitoral (fls. 02/75) em desfavor de Antônio Cláudio Pinheiro e Maria Valmira Silva de Oliveira, respectivamente, Prefeito e Vice-Prefeita do município de Aracoiaba/CE. A ação está fundamentada na prática de abuso de poder econômico e político, entre os meses de janeiro a julho de 2016, doações de veículos com recursos próprios da Vice-Prefeita, divulgação no site oficial da Prefeitura Municipal de Aracoiaba, divulgação no programa de rádio da FM Maior de Baturité em entrevista realizada com a própria Vice-Prefeita, auto-promoção em site oficial da Prefeitura Municipal, resultando na quebra da igualdade entre os candidatos, prejudicando, sobremodo, a lisura do pleito”, diz o processo.

Em seu perfil no Facebook, Antônio Cláudio Pinheiro repudiou a decisão. “A Coligação Aracoiaba Governo do Povo Pensando o Futuro vem a público repudiar de forma veemente as mentiras e ilações maliciosas que têm sido veiculadas pelas redes sociais e palanques eleitorais. Informamos que continuaremos firmes com o propósito de realizar uma campanha limpa, propositiva, voltada a discutir o desenvolvimento e o futuro de Aracoiaba”, diz a nota oficial.

Veja a decisão da Juíza Cynthia Nóbrega Pereira F. Thomáz

“Acolho a investigação judicial eleitoral, reconhecendo que Antônio Cláudio Pinheiro e Maria Valmira Silva de Oliveira praticaram abuso do poder econômico e político, e julgo procedentes os pedidos formulados na petição inicial e, em conseqüência:
1 – decreto a inelegibilidade de Antônio Cláudio Pinheiro e Maria Valmira Silva de Oliveira em relação às eleições municipais/2016 (inelegibilidade simples), bem como a inelegibilidade em relação às eleições que se realizarem nos 08 (oito) anos seguintes, contados da data das últimas eleições municipais, ou seja, 02/10/2016 (inelegibilidade potenciada).
2 – casso os registros de candidatura concedidos em favor de Antônio Cláudio Pinheiro e Maria Valmira Silva de Oliveira, com perda, ex nunc, de eficácia.
3- determino a remessa dos autos ao ministério público eleitoral para instauração processo disciplinar e, se for o caso, de ação penal, juntamente com quaisquer outras providências que a espécie comportar.”

G1/CE

Comentários (2) enviar comentário
  1. EDER disse:

    A MÃE PARECE QUE É O MACHO.

  2. Val Lima disse:

    Recorre e continua na disputa…
    Dinheiro não é problema….

Publicidade

Força Nacional reforça a segurança no município de Caicó

Policiais da Força Nacional de Segurança Pública estão reforçando o policiamento nesta quarta-feira (28) na cidade de Caicó, na região Seridó. A ação, que ocorre em apoio as forças de segurança do estado, ocorre integrada aos batalhões de cada região. A primeira fase do plano de operações da Força Nacional em apoio ao Comando de Policiamento do Interior (CPI) segue um cronograma estabelecido pelo Comando Geral da Polícia Militar e deverá percorrer inicialmente treze cidades.

Em Caicó, a Força Nacional realiza hoje patrulhamentos tático móvel com barreiras em áreas consideradas de maiores incidências criminais visando a redução dos índices de criminalidade no estado. A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) tem monitorado e colaborado com apoio logístico nas ações.

Saiba mais
A portaria que autorizou o emprego da Força Nacional no RN foi publicada no dia 13 de setembro no Diário Oficial da União, em resposta a uma solicitação do Executivo estadual. O documento foi assinado pelo Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes. Mais de 110 militares da Força Nacional atuarão no RN pelo período de 60 dias.

Comentário (1) enviar comentário
  1. Dorita de Souza disse:

    VAMOS VER SE TEM MACHO, NESTA TROPA…

Publicidade

Vice-governador de Goiás é baleado em carreata; candidato à prefeitura morre

José Eliton, novo secretário de Segurança Pública de Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

O vice-governador de Goiás, José Eliton (PSDB), foi baleado no abdômen durante uma carreata nesta quarta-feira (28), em Itumbiara, região sul de Goiás. Um atirador atingiu três pessoas e foi morto por membros da segurança do vice-governador.

Segundo a assessoria de imprensa do Governo de Goiás, o homem em um carro parou na frente do veículo onde o político estava e efetuou vários disparos.

No mesmo carro estava o candidato à prefeitura de Itumbiara José Gomes da Rocha (PTB), que foi baleado e morreu. Um homem que trabalhava na campanha, ainda não identificado, também foi atingido.

Eliton foi socorrido e levado para um hospital. Uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) aérea está a caminho da região de Itumbiara para transportar o vice-governador para Goiânia.

A assessoria de imprensa do governador disse que Eliton passa por uma cirurgia. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dele.

G1/GO

enviar comentário
Publicidade

Boris Casoy deixa a Bandeirantes e acerta com a Rede TV!

BORIS-CASOYApós quase nove anos na emissora, Boris Casoy deixará a Rede Bandeirantes e irá para a RedeTV!. O contrato do jornalista vence nesta sexta-feira (30) e não será renovado por desejo dele.

Boris decidiu deixar a Bandeirantes e, por consequência, a apresentação do “Jornal da Noite”. Ele já está com tudo acertado para ser o âncora principal do “Rede TV News”, na Rede TV!, a partir da primeira quinzena de outubro.

A Band – e a alta direção da emissora – já foi comunicada sobre a saída do jornalista, e a Rede TV! já tem tudo acertado com ele. À coluna, Boris declarou que a saída “foi de comum acordo, da maneira mais amistosa possível”.

Boris estava cansado de trabalhar naquele horário, mas só tem elogios à Bandeirantes. “Uma casa maravilhosa para trabalhar”. Ele reforça que não tem queixa nenhuma da Bandeirantes.

Em comunicado oficial, a emissora reforçou que a não renovação do contrato foi de comum acordo e definiu o relacionamento com o jornalista como “uma ótima relação profissional”. “O jornalismo da Band produziu ótimos resultados com o Boris e foi um prazer trabalhar com ele”, afirmou na nota o diretor de jornalismo da Band, Fernando Mitre.

Também no comunicado, Boris aproveitou para agradecer à Bandeirantes: “Foi um período fértil na minha vida profissional. A Band, com seu apoio e sua confiança, me proporcionou condições de trabalho que permitiram realizar um bom projeto. Só tenho a agradecer”.

Consultada, a RedeTV! informa que “só irá se manifestar sobre o assunto após o encerramento do contrato do Boris Casoy com a Band”.

O substituto do Boris no “Jornal da Noite”, até segunda ordem, será o Antonio Pétrin, que já é da casa, saiu do esporte para o jornalismo e sempre fez as folgas do titular.

Boris Casoy estreou na TV em 1961, como repórter da TV Tupi. O jornalista também teve passagens pelo SBT e pela Record, de onde saiu em 2005. Ele estava na Band desde o começo de 2008.

UOL

Comentários (5) enviar comentário
  1. Val Lima disse:

    Excelente profissional…
    Perde a TV Bandeirantes, ganha a REDE TV ….

  2. Curioso disse:

    Isto é uma vergonha…

  3. Bosco disse:

    Jornalista de péssima qualidade, na minha opinião . Inclusive quando demonstrando um preconceito imperdoável contra os garis . Atitude lamentável !

  4. Silas Júnior disse:

    Por mim, já vai tarde….bye bye

  5. EDER disse:

    AINDA BEM QUE ESSA PESTE SAIU DA BANDE.

Publicidade

TSE aprova envio de força federal para o município de Parnamirim

bb8d2c4d-b86b-4891-adcc-7120f385f3c1O Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou por unanimidade, na sessão administrativa desta terça-feira (27), o envio de forças federais para o municípios de Parnamirim, atendendo pedido do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN).

O ministro Herman Benjamin aprovou o envio para Parnamirim . “o governador se manifestou pela necessidade do envio de força federal para garantia da segurança e da ordem durante as eleições”, ressaltou .

Além de Parnamirim, outras 86 cidades do estado já foram contempladas com o envio de tropas federais para dar mais segurança no pleito de 2016.

enviar comentário
Publicidade
Publicidade

Saúde notifica 464 casos de microcefalia no RN

A Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica (SUVIGE) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap RN) notificou, até o momento, 464 casos suspeitos de microcefalia relacionados às infecções congênitas. Registradas até a semana epidemiológica (SE) 38, encerrada no último dia 24/09, as notificações apontam que, do total, 333 são de nascimentos ocorridos em 2015, 121 são de nascimentos ocorridos até o encerramento da semana epidemiológica, quatro foram de nascimentos ocorridos em 2014 e os demais estão entre os abortos e pré-natal.

De acordo com a SUVIGE, o aumento da prevalência dos casos de microcefalia foi evidenciado especialmente a partir do mês de setembro de 2015, com pico em novembro. Do total das notificações, 132 estão sob investigação, 138 foram confirmados e 194 foram descartados (por apresentar exames normais; por apresentar microcefalia e/ou malformações congênitas por causas não infecciosas ou por não se enquadrar nas definições de caso).

Os casos notificados estão distribuídos em 88 municípios das oito regiões de saúde do estado. Os municípios de Natal, Mossoró e Parnamirim lideram as estatísticas das notificações com 97, 89 e 37 casos, respectivamente. Já os casos confirmados foram registrados em 48 municípios do estado, igualmente liderados por Natal (37), Mossoró (14) e Parnamirim (9).

enviar comentário
Publicidade

O Sol vai destruir a Terra mais cedo do que imaginamos, afirma astrofísico

Terra-destruida-pelo-SolNão há uma maneira certa de saber qual cenário apocalítico será a causa morte da Terra, mas, atualmente, podemos considerar uma série delas. Por exemplo, nosso planeta poderia colidir com outro, ser engolido por um buraco negro ou ser alvejado até a morte por asteroides. No entanto, uma coisa é certa: mesmo que a Terra passe o resto de suas eras escapando de ataques alienígenas, se esquivando de rochas espaciais gigantes e evitando um apocalipse nuclear, chegará um dia que o nosso próprio Sol irá destruí-la.

Em um vídeo, a equipe da Business Insider recentemente ilustrou o que poderá ocorrer durante esse processo. E como Jiilian Scudder, um astrofísico da Universidade de Sussex, no Reino Unido, explicou, esse dia pode acontecer mais cedo do que esperamos.

De acordo com informações da Science Alert, o Sol sobrevive pela queima de átomos de hidrogênio em átomos de hélio que ocorre em seu núcleo. Na verdade, ele queima cerca de 600 milhões de toneladas de hidrogênio a cada segundo. E, conforme se torna saturado deste hélio, encolhe, causando reações de fusão nuclear para aceleração – o que significa que o Sol acaba liberando muito mais energia.

Logo, para cada bilhão de anos que o Sol gasta queimando hidrogênio, ele fica cerca de 10% mais brilhante. Enquanto este valor pode parecer pequeno, a diferença pode ser catastrófica para o nosso planeta.

A água da Terra irá secar

Segundo Scudder, as previsões para o que exatamente vai acontecer com Terra ao longo dos próximos bilhões de anos são bastante incertas. “Mas, a essência geral é que o aumento do calor do Sol fará com que mais água evapore da superfície e fique presa na atmosfera. Em seguida, ela causará efeito estufa, retendo mais calor de entrada, o que acelera a evaporação”. Assim, toda a água do nosso planeta secará.

E não termina por aí

O aumento de 10% no brilho a cada bilhão de anos, significa que, daqui a 3,5 bilhões de anos, o Sol estará quase 40% mais brilhante. Logo, os oceanos da Terra ferverão em razão das altas temperaturas, as calotas de gelo não irão mais existir e toda a umidade da atmosfera secará. A Terra, uma vez cheia de vida e água, irá se tornar insuportavelmente quente, seca e estéril – semelhante a Vênus.

O Sol se tornará uma estrela gigante vermelha

Todas as coisas boas chegam ao fim. Cada livro tem um capítulo final, cada série um último episódio, cada pacote um último biscoito e cada pessoa um último suspiro. Dessa forma, um dia, daqui cerca de 4 ou 5 bilhões de anos, o Sol queimará seu último “suspiro” de hidrogênio e iniciará um processo de queima de hélio no lugar.

“Uma vez que o hidrogênio para de queimar no núcleo do Sol, a estrela formalmente abandonará sua característica principal e poderá ser considerada uma gigante vermelha”, disse Scudder. “Então, ela gastará cerca de um bilhão de anos para se expandir e queimar hélio em seu núcleo, ainda com um escudo em sua volta que permitirá que o hidrogênio continue sendo capaz de se fundir com o hélio”.

Conforme isso ocorre, sua massa irá diminuir, consequentemente afrouxando sua influência gravitacional sobre todos os planetas do Sistema Solar. Assim, todos aqueles que orbitam o Sol irão se deslocar.

Quando se tornar uma gigante vermelha, seu núcleo ficará extremamente quente e denso, enquanto a camada exterior se expandirá. Logo, sua atmosfera acabará esticando a órbita atual de Marte e engolirá Mercúrio e Vênus. A Terra por sua vez terá duas opções: fugir dessa expansão ou ser consumida por ela. Mas, por mais que nosso planeta consiga deslizar para fora do alcance do Sol, as temperaturas intensas acabarão o matando.

De gigante vermelha para anã branca

Uma vez que o Sol esvaziar todas as suas reservas de combustível, ele se tornará instável e começará a pulsar. A cada pulso, irá se livrar das camadas de sua atmosfera exterior e por fim, tudo o que restará será uma estrela fria, de núcleo pesado e rodeado por uma nebulosa planetária. Logo, esse corpo, conhecido como o de uma anã branca, irá esfriar até deixar de existir.

Jornal Ciência

Comentário (1) enviar comentário
  1. Heineken disse:

    Quem viver, verá…

Publicidade

Sesc participa do Setembro Cidadão com ações educativas e artísticas

30.09 Terraço do Relógio - CópiaNo mês em que celebramos as ações cívicas, o Sistema Fecomércio, por meio do Sesc, participa da programação do Setembro Cidadão, evento que pelo terceiro ano consecutivo é voltado a educação cidadã e a valorização cultural popular.

As ações sobre a temática seguem até o final do mês para os alunos das escolas Sesc em Natal, Macaíba, São Paulo do Potengi, Mossoró, Nova Cruz e Caicó, através de pesquisas, dramatizações, produções textuais, contação de histórias, palestras, exposições, entre outras atividades.

No campo artístico, o Terraço do Relógio da próxima sexta-feira (30) será especial com o sambista potiguar Zeca Santos, que terá como convidados: Debinha Ramos, Camila Masiso, Carlos Zens e a dupla ‘Os Chicos’. Os artistas serão acompanhados pela Banda Samba do Zé, como os músicos David Franciele (pandeiro), Artur Canuto (Violão 7 cordas), Chumbinho (cavaquinho), Pizão (Percussão) e Jonathan Marques (Clarinete).

O encerramento do Setembro Cidadão contará também com apresentação da Escola Malandros do Samba, do bairro das Rocas.

O evento é uma iniciativa do Programa Brasileiro de Educação Cidadã – PROBEC, com o apoio do UNI-RN, do Sistema Fecomércio, por meio do Sesc RN e CASU Filmes.

Sobre o Setembro Cidadão

O Setembro Cidadão foi criado pelo Programa Brasileiro de Educação Cidadã – PROBEC e surgiu oficialmente através da Lei Complementar nº. 494/2013, de 27/08/2013, que instituiu o dia 10 de setembro como o Dia Estadual da Educação Cidadã e o mês corrente como ‘setembro cidadão’. O Estado do Rio Grande do Norte foi o pioneiro no reconhecimento da importância da cidadania, maior ferramenta democrática de que dispõe o povo brasileiro.

O mês de setembro foi escolhido por ser o marco de celebrações de várias datas voltadas para esse tema e tem sua simbologia patenteada através de uma flâmula verde e amarela para que as pessoas possam ostentá-la no peito durante todo o mês de setembro.

Serviço:

O quê? Terraço do Relógio no Setembro Cidadão
Quando? Sexta-feira (30/09), a partir das 19h.
Onde? Sesc Cidade Alta. Rua Cel. Bezerra, 33.
Acesso gratuito

enviar comentário
Publicidade